Logo IFRJ

Alunos de Informática aprendem a desenvolver seus próprios jogos

Os alunos do curso Técnico em Informática, oferecido de forma integrada ao Ensino Médio, do IFRJ Campus Niterói entram em contato com a linguagem da programação já no primeiro período, na disciplina de Introdução à Informática. Como trabalho final, eles devem criar um jogo, a fim de aplicar o conteúdo aprendido.

O professor da disciplina, Luiz Felipe Oliveira, disse que os alunos ficam muito interessados em aprender a desenvolver jogos. “O objetivo do curso é reverter a realidade atual, em que esses jovens são apenas consumidores de tecnologia, habilitando-os para que sejam criadores das novas tecnologias, como aplicativos e jogos eletrônicos”, destacou.

Arthur Pereira é um dos diversos alunos que já tinham contato direto com jogos. Ele contou que costuma jogar desde pequeno, junto com os seus irmãos, mas que fazer o seu próprio jogo foi uma experiência completamente nova. “Aprendi a usar diferentes plataformas de jogos e a colocar em prática minhas ideias de cenários, personagens, movimentos e desenvolvimentos a partir dos eixos X e Y”, detalhou.

Um dos jogos criados pela turma foi o “Coisas da Matemática”, do grupo formado pelos alunos Matheus Monteiro, Breno Eulálio e Vinícius Mendonça. É uma ideia de jogo educativo para a aprendizagem da matéria de uma maneira diferente da tradicional. O objetivo é fazer com o que os estudantes pratiquem a Matemática de uma forma divertida.

Para o futuro, alguns alunos têm planos de usar a sua aptidão por jogos de uma forma consciente e que faça bem não só para eles, mas para a sociedade. “Eu quero fazer com que a Informática esteja a favor de pessoas que necessitam dela. Um dos meus planos é ajudar as pessoas deficientes, por exemplo, e a cada dia os professores me incentivam para que meu sonho seja realizado”, afirmou o aluno Matheus.

Todos os jogos desenvolvidos pelos alunos do IFRJ Campus Niterói estão disponíveis em: https://scratch.mit.edu/studios/4560033/

Colaboração: Suzana Carqueija

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO