Logo IFRJ

IFRJ e IF Sul de Minas em intercâmbio

O programa de intercâmbio de estágio entre o IFRJ campus Pinheiral e o IF Sul de Minas campus Machado contou com a participação de 24 alunos, entre os dias 29 de junho e 2 de agosto. O campus Pinheiral recebeu 12 estudantes dos cursos Técnicos em Alimentos, Agropecuária e Licenciatura em Computação. Já os outros 12, que foram para o campus mineiro, são alunos dos cursos em Agroindústria, Meio Ambiente, Informática e Licenciatura em Computação.

O projeto começou em 2017 e segue com a oferta de duas oportunidades por ano, geralmente no período de férias escolares. De acordo com o idealizador do projeto, o professor e diretor do campus, Marcos Fabio de Lima, a iniciativa busca a troca de experiências. “Trazer novas perspectivas aos alunos a partir da potencialidade de cada campus. Por exemplo, os alunos de Pinheiral têm no Campus Machado a oportunidade de conhecer melhor a cafeicultura”, destacou.

Marcos também anunciou que pretende expandir o projeto para outras instituições, nos seguintes estados: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo.

Para o estudante do curso Licenciatura em Computação do campus Pinheiral, Marco Vinícius do Nascimento Silva, a experiência apresentou, a partir do contato com alunos e professores do campus mineiro, oportunidades de pós-graduações e informações sobre mercado de trabalho. “A experiência foi incrível, desde a organização até as propostas das atividades” avaliou.

O aluno comentou, ainda, a oportunidade de conhecer novos métodos de programação e robótica, além do ganho cultural pelo contato com estudantes de outras partes do Brasil e até mesmo do exterior. “Eu não esperava isso tudo, fico muito grato pela experiência. Estou esperando o próximo edital para ir novamente, e caso não possa ir, irei divulgar para que o pessoal vá”, finalizou.

Já para Lucas Costa dos Santos, estudante do curso Técnico em Agroindústria do campus Pinheiral, o intercâmbio oportunizou novas visões de instituições. “Me impressionou que lá são os alunos que tocam os setores sozinhos e estão sempre presentes neles”. Durante o intercâmbio, Lucas pôde realizar atividades como a classificação de ovos e produção de linguiça. Ele acompanhou, ainda, todo o processo de produção de café, da torra ao empacotamento. “E tudo em larga escala, porque lá eles comercializam”, disse Lucas.

Poliana Isabelle Gomes de Oliveira, discente do curso Técnico em Meio Ambiente, também do campus Pinheiral, falou sobre a oportunidade de integração dos cursos do campus, além da chance de conhecer outras metodologias de campo a partir da realidade de Minas Gerais. A estudante realizou atividades de educação ambiental, coleta seletiva, de taxidermia (técnica de reproduzir animais para exibição ou estudo), entre outras. Sobre a experiência no alojamento do campus Machado, Poliana destacou. “Eu aprendi que trabalhar melhor é trabalhar em grupo”, concluiu.

Colaboração: Greici Sousa

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO