Logo IFRJ

Mais de 750 vagas para cursos concomitantes/subsequentes no IFRJ

Alunos tendo aula em laboratório, cercados por vidros de itens químicos, com professor à frente da sala

Oportunidades são para dez cidades em todo o estado

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) tornou público o edital contendo as normas referentes ao Processo Seletivo para preenchimento de vagas relativas à Educação Profissional Técnica de Nível Médio, oferecida de forma concomitante/subsequente ao Ensino Médio, para o 2º período do ano letivo de 2019.

A seleção visa preencher um total de 753 vagas em diferentes cursos. As oportunidades são para os campi de Arraial do Cabo (36); Belford Roxo (70); Duque de Caxias (108); Niterói (72); Pinheiral (65); Realengo (36); Resende (70); Rio de Janeiro (30); São João de Meriti (128); São Gonçalo (72) e Volta Redonda (66). O curso técnico de nível médio concomitante/subsequente é oferecido a quem já concluiu o ensino fundamental e tenha concluído ou esteja cursando no mínimo o segundo ano do ensino médio.

O processo seletivo de classificação de candidatos será mediante a realização de prova, abrangendo conteúdos de disciplinas do Ensino Fundamental e Médio. A classificação dos candidatos acontecerá por meio de dois sistemas de vagas: o de Ampla Concorrência (AC) e o Sistema de Reserva de Vagas (SRV) para Escolas Públicas.

A inscrição será realizada por meio do preenchimento do Formulário de Pedido de Inscrição disponibilizado na página do IFRJ e na página do Instituto SELECON, do dia 03 de abril a 07 de maio de 2019, exclusivamente via internet. A taxa de inscrição tem o valor de valor de R$ 50,00 (cinquenta reais), e poderá ser paga até o dia 08 de maio de 2019.

Isenção – Os candidatos poderão solicitar isenção da taxa de inscrição, do dia 03 ao dia 17 de abril de 2019, mediante a escolha da opção no Formulário de Inscrição/Isenção acessando a página do Instituto SELECON. Será concedida a isenção da taxa de inscrição ao candidato que: estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 2007; for estudante de escola da rede pública; comprovar hipossuficiência financeira com as cópias dos documentos descritos no item 3.6 do edital.

O candidato só poderá realizar um único pedido de isenção de taxa de inscrição. A opção de solicitação da isenção da taxa de inscrição será concedida somente para o curso/campus escolhido no formulário. O candidato que não tiver seu pedido de isenção homologado deverá emitir o boleto bancário e efetuar seu pagamento.

Para mais informações, acesse o edital.

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO