Logo IFRJ

“Projeto Juventude na Praça” celebra protagonismo juvenil

Representantes do campus Duque de Caxias participaram da primeira edição do “Projeto Juventude na Praça”. O evento foi realizado na Praça do Pacificador – Centro da Cidade, no dia 17 de agosto, e contou com a presença de membros dos projetos Lutas e Arduínos, além de integrantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à docência (PIBID).

O idealizador do projeto, Everton Panda, falou dos objetivos do Juventude na Praça. “Visa valorizar o protagonismo juvenil e prestigiar os movimentos sociais e coletivos urbanos juvenis da cidade”, explicou.

O projeto é uma das ações concretas da Lei Municipal nº 2.575, de 11 de novembro de 2013, que estabelece a Semana Municipal da Juventude.

Estiveram presentes alunos do segundo segmento do ensino fundamental e do ensino médio de escolas municipais de Caxias.

O PIBID, que é responsável pela integração entre o ensino superior e a educação básica, promoveu a realização de experimentos que, de alguma forma, fazem parte do dia a dia dos jovens, como densidade, teste de chama e uso do fogo, através de materiais domésticos.

O Projeto Arduínos, composto por alunos do curso de Manutenção e Suporte à Informática, que atuam na automatização de processos a fim de torna-los inteligentes, apresentaram suas atividades.

A aluna Fabrícia Nicomedes contou a experiência adquirida nessa edição. “Encontramos muitos jovens e adultos que acharam o projeto maravilhoso e não faziam ideia de que era tão acessível. Queremos, através da nossa participação, atrair mais pessoas para o curso”, disse.

Um dos coordenadores do projeto Lutas, destinado à comunidade interna e externa do campus, professor Bruno Patrício, frisou que a presença do projeto no evento é uma oportunidade de estreitar laços com a comunidade da qual fazem parte. “Este tipo de acontecimento abre mais uma janela de estarmos mais próximos daqueles que compõem nosso principal público-alvo”, disse.

Bruno destacou, ainda, a diversidade de atividades acontecidas no “Juventude na Praça” e o quão necessária é a presença do esporte na vida dos estudantes. “Aconteceram muitas atividades esportivas e, em eventos como esse, a ampliação dessas atividades para outras comunidades deve ser mais incentivada”, finalizou.

Colaboração: Pedro Henrique da Silva Pereira

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO