Logo IFRJ

Auditoria Interna

Conforme Regimento da Interna do IFRJ aprovado pelo presidente do Conselho Superior, através da Resolução Nº 43 de 20/10/2017, a Unidade de Auditoria Interna (AUDIN), é o órgão técnico de controle interno, vinculada ao Conselho Superior do IFRJ, conforme Art. 15, § 3°do Decreto 3.591/2000 com redação dada pelo Decreto nº 4.304/2002.

A Auditoria Interna sem prejuízo de sua vinculação administrativa, vincula-se à orientação normativa e supervisão técnica do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal prestando apoio aos órgãos e unidades que o integram, conforme prescreve o art. 15 do Decreto nº 3.591/2000.

A Unidade de Auditoria Interna exercerá suas atribuições na Reitoria e em todos os campi do IFRJ sendo que a missão da Unidade de Auditoria Interna (AUDIN) é contribuir, de forma independente, para a avaliação dos controles internos no âmbito do IFRJ, agregando valor às práticas administrativas – particularmente aquelas relacionadas à gestão de riscos e de controles internos e governança – sendo o órgão responsável por fortalecer a gestão e racionalizar as ações de controle, colaborando para a melhoria da gestão.

A Auditoria Interna é um órgão de assistência direta e imediata a Alta Administração do IFRJ. Atua de forma independente, tendo por base as atribuições, os planos, as metas, os objetivos e as políticas definidas pelo IFRJ, abrangendo as atividades, os programas, as operações e os controles existentes. Auxilia na realização dos objetivos delineados pelo IFRJ, a partir da aplicação de uma abordagem sistemática e disciplinada para avaliar e melhorar a eficácia dos processos de gestão de riscos, controle e governança.

Visando à objetividade, a Audin utiliza-se de metodologia de aplicação de matriz de risco, para priorização dos processos a serem auditados, bem como de mapeamento dos objetivos, riscos e controles na fase da execução das auditorias, destacamos que o Manual da Auditoria Interna foi aprovado através da Resolução Nº 44 de 20/10/2017 pelo presidente do ConSup, com o intuito de aprimorar os processos realizados pela Audin.

A nomeação, designação, exoneração ou dispensa do titular da unidade de auditoria interna será submetida, pelo dirigente máximo da entidade à aprovação do Conselho Superior, quando for o caso, e após, à aprovação da Controladoria-Geral da União, conforme determina o § 5° do art. 15 do Decreto 3591/2000 e normas vigentes.

Como se pode observar, a estratégia de atuação da Unidade de Auditoria Interna consiste em manter contato permanente com a gestão, de maneira que o trabalho de auditoria não seja entendido como uma mera fiscalização, mas sim como um subsídio à alta administração do IFRJ no alcance de seus objetivos enquanto instituição de ensino.

ASSUNTOS

SERVIÇOS

REDES SOCIAIS

NAVEGAÇÃO