Logo IFRJ

Gestão de Projetos Ambientais - Campus Niterói

Informações Gerais: 

O Curso de  Pós-Graduação  Lato  Sensu  em Gestão de Projetos Ambientais  busca capacitar profissionais,  atuantes  nos  mais  diversos  âmbitos  organizacionais,  públicos  e  privados, para  a  identificação  da  problemática  ambiental  contemporânea  de  forma  abrangente  e contextualizada, bem como qualificá-los para a elaboração, proposição e implementação de projetos relativos ao uso e à conservação do meio ambiente

Público-alvo: O curso  almeja oferecer capacitação para profissionais atuantes nas diferentes áreas ambientais.  Nesse sentido, seu público-alvo são profissionais com formação em qualquer área do conhecimento, que desejem atuar no gerenciamento de projetos na área ambiental, em diversos setores da economia como indústria, serviços, infraestrutura, assim como no desenvolvimento e implantação de políticas pública em todas as esferas do setor público.

Coordenação do curso: Profª Drª Andreia Maria da Anunciação Gomes

Local: Estrada Washington Luís - Sape, Niterói - RJ, 24310-000.

Horário do curso: As aulas presenciais acontecem uma vez por semana, aos sábados, contando  com  nove  horas  de  aula  semanais,  nos  turnos matutino (das  8h  às  12:30h) e vespertino (das 13:30h às 18 h)

E-mail: gpa.cnit@ifrj.edu.br

Telefone da secretaria de pós-graduação: 3293-6089

Resolução do Projeto Pedagógico do Curso (PPC):

Resolução nº 31/2018 - Aprova Especialização em Gestão de Projetos Ambientais Campus Niterói

Carga horária do curso: 360 horas

Processo Seletivo: 

O ingresso tem periodicidade anual e se dá por meio de processo seletivo definido em Edital de Seleção elaborado a partir das diretrizes estabelecidas no Regulamento Geral da Pós-Graduação Lato Sensu do IFRJ. 

Mais informações: https://portal.ifrj.edu.br/processo-seletivo-pos-graduacao/lato-sensu

 

Linhas de Projetos: 

Linha de pesquisa 1 – Educação ambiental

Esta linha de pesquisa se propõe a estudar a relação entre o ser humano e seu ambiente, buscando desenvolver e compreender projetos que contemplem a participação coletiva, em diálogo com diferentes segmentos da sociedade, tais como governos e demais esferas do poder público, setores produtivos e comunidade local.  Neste sentido, a linha pretende refletir sobre abordagens, concepções e metodologias de educação ambiental em espaços formais e não formais de ensino.

Projetos de pesquisa associados

 

 

a) Desenvolvimento de projetos voltados para educação ambiental

O  objetivo  deste  projeto  de  pesquisa  é  planejar,  estruturar  e  desenvolver  projetos  de educação ambiental em espaços formais e não formais, como escolas, museus, centros de ciências,  parques,  unidades  de  conservação,  florestas,  reservas  extrativistas  bem  como empresas públicas ou privadas.

Professores  envolvidos: Andrea Falcão, Andreia  Gomes,  Etiane  Araldi,  Marcelo Japiassu, Pedro  Silva,  Raphaela  Reis  e Tauan Maia.

b) Movimentos sociais e educação ambiental

Este projeto tem como objetivo investigar a educação ambiental realizada pelos diferentes movimentos sociais como  os  de  agroecologia, economia  solidária, reforma  agrária, comunidades  quilombolas,  comunidades  indígenas,  geração  de  renda,  mulheres, LGBTQI+, interseccionais, dentre outros.

Professores envolvidos: Andrea Falcão, Ligia Scarpa, Marcelo Japiassu, Pedro Silva e Tauan Maia

 

 

 

Linha de pesquisa 2 – Políticas públicas voltadas para o meio ambiente

Esta linha de pesquisa se propõe a estudar diferentes projetos ambientais que tenham relação com as políticas públicas voltadas para o meio ambiente. Desta forma, esta linha irá abordar diferentes estratégias de gestão que promovam a facilitação de processos participativos, a ocupação de espaços públicos de participação, o uso e a apropriação das legislações e certificações ambientais.

Projetos de pesquisa associados

 

 

c) Ferramentas participativas e inovações em gestão

Este projeto pretende investigar e desenvolver o uso de ferramentas  participativas  que envolvam metodologias inovadoras na gestão de diferentes políticas públicas.

Professores envolvidos: Etiane Araldi, Livia Costa e Raphaela Reis.

d) Aplicações da legislação e certificações ambientais

Este projeto tem como objetivo investigar a propriação e o uso das diferentes legislações e certificações ambientais, nacionais e internacionais, no tocante aos projetos ambientais.

Professores envolvidos: Andreia Gomes, Livia Costa Gabriel Cunha e Mariana Spacek.

Linha de pesquisa 3 – Tecnologias sociais e ambientais aplicadas

Esta  linha  de  pesquisa  se  propõe  a  estudar  questões  relativas  à  análise  e  solução  de possíveis  problemas  ambientais  associados  ao  paradigma  contemporâneo  de desenvolvimento  que  norteia  a  sociedade  capitalista.  Desta forma, abarcará questões concernentes  aos desafios e dilemas desse  paradigma  de desenvolvimento, bem como dos usos  sociais  da  ciência  e  da  tecnologia  tanto  na  superação  quanto  no  aprofundamento destes problemas.

Projetos de pesquisa associados

 

 

e) Desafios e dilemas dos modelos de desenvolvimento

Este projeto se propõe a discutir e refletir sobre múltiplos desafios e dilemas do atual modelo de desenvolvimento, envolvendo temas como especulação imobiliária, conflitos ambientais urbanos, pressões sobre os ecossistemas, relação homem-natureza, ética e bioética,  uso  social  da  ciência  e  das  tecnologias, ordenamento  territorial  urbano, dentre outros.

Professores  envolvidos: André  Brito,  Livia Costa, Pedro  Silva, Mariana Spacek e Marcelo Japiassu.

f) Tecnologias para resolução de problemas ambientais

O presente projeto tem como objetivos investigar a avaliação e o desenvolvimento do uso de tecnologias sociais e ambientais voltadas para a resolução de problemas ambientais que impactam diretamente os diferentes ecossistemas.

Professores envolvidos: André Brito, Andreia Gomes, Ligia Scarpa, Livia Costa.

 

Disciplinas: 

1º SEMESTRE

DISCIPLINA

CARGA HORÁRIA

Nº DE CRÉDITOS

PROFESSOR

Desenvolvimento e a Crise Socioambiental

30h

2

André Brito e Marcelo Japiassú

Ciência, Tecnologia e Ética

30h

2

Mariana Spacek

Tópicos em Direito Ambiental

15 h

1

Gabriel Cunha

Educação Ambiental

30 h

2

Andreia Gomes, Marcelo Japiassú e Pedro Silva

Ecologia e Conservação Ambiental

45h

3

Andreia Gomes e Pedro Silva

Metodologia de Pesquisa

30h

2

Andrea Falcão

 

2º SEMESTRE

DISCIPLINA

CARGA HORÁRIA

Nº DE CRÉDITOS

PROFESSOR

Gestão de Projetos

45h

3

Raphaela Silva

Ferramentas para Gestão Participativa

30h

2

Etiane Araldi

Economia Solidária e Agroecologia

30 h

2

Ligia Scarpa

Gestão Ambiental

45 h

3

Lívia Costa

Elaboração de Projeto de Pesquisa

30h

2

Raphaela Silva

 

3º SEMESTRE

DISCIPLINA

CARGA HORÁRIA

Nº DE CRÉDITOS

PROFESSOR

Trabalho de Conclusão de Curso

 

 

Orientadores

 

Corpo Docente: 

 

André Souza Brito
Doutor em História Social (UFF)
Linhas de Atuação: 
Tecnologias sociais e ambientais aplicadas
Contato:  andre.brito@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5215575279811787

 

 

Andréa Rizzotto Falcão
Doutora em Ciências Sociais (UERJ)
Linhas de Atuação: 
Educação ambiental
Contato: andrea.falcao@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4234100165147244

 

 

Andreia Maria da Anunciação Gomes
Doutora em Ciências (UFRJ)

Linhas de Atuação: Educação ambiental e Tecnologias sociais e ambientais aplicadas
Contato:  andreia.gomes@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/0342702293109561

 

 

Etiane Araldi 
Doutora em Psicologia Social (UERJ)
Linhas de Atuação: 
Educação ambiental e Políticas públicas voltadas para o meio ambiente
Contato: etiane.araldi@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/2251914961426433

 

 

Gabriel Pacheco Mello Cunha
Mestre em Direito (Universidade de Coimbra) 
Linhas de Atuação: 
Responsabilidade ambiental e Políticas públicas voltadas para o meio ambiente
Contatogabriel.sustentabilidade@gmail.com
Categoria: Docente colaborador
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/1192500272170793

 

 

Ligia Scarpa Bensadon
Mestre em Ciências Sociais (UFRRJ)

Linhas de Atuação: Educação ambiental e Tecnologias sociais e ambientais aplicadas
Contato
ligia.bensadon@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/2377524606588944

 

 

Lívia Maria da Costa Silva
Doutora em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos (UFRJ)
Linhas de Atuação: 
Políticas públicas voltadas para o meio ambiente e Tecnologias sociais e ambientais aplicadas
Contato:  prof.liviamaria.ambiental@gmail.com
Categoria: Docente colaborador
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/3634969593710166

 

 

Mariana Spacek Alvim 
Doutora em Ciências da Saúde (UFU)
Linhas de Atuação
: Políticas públicas voltadas para o meio ambiente e Tecnologias sociais e ambientais aplicadas
Contato: mariana.alvim@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/2811230662988237

 

 

Marcelo Japiassu Ramos
Mestre em Geografia (UFF)

Linha de Atuação: Educação ambiental e Tecnologias sociais e ambientais aplicadas
Contato: marcelo.japiassu@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/7700436524966829

 

 

Pedro Henrique de A. Silva
Doutor em Biologia Marinha (UFF)

Linhas de Atuação: Educação ambiental e Tecnologias sociais e ambientais aplicadas
Contato: pedro.silva@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/5414408348291779

 

 

Raphaela Reis C. Castro Silva
Doutora em Administração (UFSC)
Linhas de Atuação: 
Educação ambiental e Políticas públicas voltadas para o meio ambiente
Contato:  raphaela.silva@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2751499099289877

 

 

Tauan Nunes Maia
Doutor em Estudos do Lazer (UFMG)
Linhas de Atuação: Educação ambiental
Contato:  tauan.maia@ifrj.edu.br
Categoria: Docente permanente
Currículo Lattes:  http://lattes.cnpq.br/4569204884999948

 

Trabalhos de Conclusão de Curso: 

Trabalhos em desenvolvimento

Título

Objetivo geral

Manejo sustentável da bacia hidrográfica do rio Guapi-Macacu

Contribuir para a transformação de padrões socioculturais que geram vulnerabilidade em padrões que fomentam resiliência, desenvolvendo uma nova racionalidade ambiental junto à comunidade a partir da obtenção de dados sobre o impacto socioeconômico das atividades realizadas no entorno da bacia do rio Guapi-Macacu e de que forma eles podem ser mitigados.

Avaliação de solo na “área verde” do Instituto Federal do Rio de Janeiro campus Niterói.

Propor possíveis soluções para o aumento da produtividade do solo da área verde do IFRJ campus Niterói.

Monitoramento de fauna e os impactos indiretos da implantação de grandes empreendimentos do setor elétrico brasileiro em áreas florestadas

Desenvolver um Programa de Monitoramento de Fauna ideal para a estimativa de todos os impactos que envolvem a implantação de grandes empreendimentos do setor elétrico em áreas florestadas.

Os desafios para popularização da energia fotovoltaica

Compreender os motivos que atualmente dificultam a popularização da energia fotovoltaica no Brasil.

Grandes projetos nacionais que geram conflitos sociais: um estudo de caso do projeto de recuperação e drenagem do rio Imboaçu em São Gonçalo-RJ.

Compreender a relação entre os diferentes atores sociais, gestão pública, técnicos ambientais e população em projetos de drenagem e recuperação de rios urbanos, a partir do estudo de caso do Projeto de Recuperação e Drenagem do Rio Imboaçu, em São Gonçalo-RJ.

Planejamento de um programa de compostagem como forma de tratamento para a fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos gerados no município de Maricá-RJ.

Propor um planejamento do tratamento da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos de Maricá, identificando o modelo adequado de compostagem orgânica para ser implementado pela prefeitura de Maricá-RJ.

Controle da poluição sonora urbana no Município de Niterói - diagnóstico e propostas a partir das ações da fiscalização ambiental municipal.

Realizar um diagnóstico da questão da poluição sonora em Niterói, a partir da análise da legislação e das ações realizadas pela Fiscalização Ambiental do Município no período de 2016 a 2020 e propor soluções para as questões encontradas.

Análise espaço-temporal do crescimento populacional e da adoção de políticas públicas nas bacias do sistema lagunar Itaipu-Piratininga através da análise do índice de qualidade das águas (IQanfs & IQacce).

Analisar como o crescimento populacional e a adoção de políticas públicas nas Bacias do Sistema Lagunar de Itaipu-Piratininga tem gerado efeitos na qualidade das águas das mesmas.

Impactos da atividade eólica offshore com relação às atividades de pesca sob a perspectiva dos pescadores.

Avaliar os impactos da instalação e operação de parques eólicos offshore (PEOs) no Brasil, especificamente, sob o ponto de vista de um dos grupos sociais possivelmente mais afetados: os pescadores.

Soluções baseadas na natureza aplicadas ao meio urbano: estudo de caso do parque orla Piratininga – Niterói/RJ.

Analisar o projeto do Parque Orla Piratininga, em Niterói, sob a ótica das Soluções Baseadas na Natureza.

Observação de aves como ferramenta da educação ambiental.

Propor a atividade de observação de aves como um sensibilizador para as causas ambientais.

A taxidermia como ferramenta de educação ambiental dentro e fora dos limites da unidade de conservação do Parque Estadual da Serra da Tiririca- RJ.

Revitalizar o acervo de animais silvestres taxidermizados para promoção da educação ambiental no do Parque Estadual da Serra da Tiririca.

Arqueologia e educação ambiental: um estudo de caso a partir dos sambaquis de São Gonçalo.

Desenvolver material voltado à conscientização dos moradores das áreas do entorno dos sambaquis de São Gonçalo sobre a importância da preservação ambiental e patrimônio cultural.

Parque Estadual da Chacrinha: um espaço de lazer ou espaço de propagação da educação ambiental? Um desafio para o grupamento de defesa ambiental - GDA da Guarda Municipal do Rio de Janeiro.

Compreender a dinâmica da Educação Ambiental no Parque da Chacrinha a partir do olhar e das impressões dos seus visitantes e das ações do GDA - Grupamento de Defesa Ambiental da Guarda Municipal do Rio de Janeiro, considerando e analisando suas concepções, problemas e desafios, por meio da experiência de trabalho dos guardas do parque.

Implantação de um viveiro didático nas escolas: como explorá-lo?

Elaborar um protocolo para a construção de um viveiro didático, bem como a proposição de atividades e temas para serem abordados no ensino fundamental, utilizando o viveiro como local de exercício prático.

A sensibilidade no processo educativo ambiental: um projeto de intervenção em instituição de ensino de nível médio.

Construir um projeto de intervenção de educação ambiental com estudantes de ensino médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Campus Niterói, a partir de uma perspectiva de educação ambiental que leve em consideração não apenas a conscientização, mas também, e muito importante, a sensibilização, como critério de qualidade e de alcance dos resultados esperados.

Eventos: